sábado, 6 de fevereiro de 2010

a pena vale.




"Se a obra é a soma das penas, pago. Mas quero meu troco em poemas.", Alice Ruiz.




Valeu a pena, fedo! Tudo tem valido a pena.

É bom olhar pra trás e se orgulhar do que se teve, do que se fez e, inclusive, do que não foi feito por escolha própria. O mundo faz viver e a gente brinca de poesia com isso: das penas mais pesadas, faz-se as mais valorosas. Pra poder dizer bem alto: VALE A PENA!

Iés, beibi.
Tendeu tudo?

O sempre existe quando se sabe que é possível pintar as flores das cores que quiser.

2 comentários:

Juliana Saito disse...

Mi, como vc teve que ser forte naquela noite especial, da sua formatura.... Quando vc entrou, com a musica da Roberta Sá (que eu adoro) e aquelas fotos me emocionei muito e tive que sair do salão pra tomar um ar. Ele estava lá, ao seu lado... Com certeza valeu a pena. Um beijo minha prima querida!

Sua menina disse...

Tenho certeza que ele estava lá sim, Ju... como eu tenho certeza de que ele está SEMPRE do meu lado!

Obrigada por ter ido, viu!

beijos