domingo, 24 de outubro de 2010

e é de ti que não me esquecerei.



'Quando estou muito alegre

de repente penso que se morre.'


Clarice Lispector




E fico até um tanto aliviada em saber que a minha vida não é para sempre. O que me assusta horrores é que a vida dos outros também não é para sempre. Perder a presença de alguém querido é algo inconsolável.

Hoje fui em um show de uma banda cover da Legião Urbana. Aqui no Sesc, fedo. A banda era ótima! Você ia curtir muito e a gente ia cantar como naquela vez que cantamos Raul. E eu quase chorei quando a última música que eles tocaram foi Giz. Lembra? Você cantou pra mim uma vez.

Por que você teve que partir, heim? Por que temos que ficar separados? Por que eu não posso te ver? Por que eu não te ouço? Tenho muita saudade, meu rapaz... e dói...

Nego véio, hoje eu tô cansada da vida. Precisava de um abraço forte teu, daquele tipo que só você sabe dar. Precisava ouvir e ver teu sorriso largo.

Preciso de você, fedo! Quero que a minha vida volte a ser bonita...

2 comentários:

Lia Araújo disse...

E será querida, ela voltará a ser linda... com fé..

bjos

Giz tb me faz chorar

Ana SS disse...

Como isso me arrepia.
Obrigada por escrever.