terça-feira, 5 de julho de 2011

falta da minha vida.

Rapaizzzz...

Que saudade louca é essa que me bateu agora pouco? Veio uma lembrança tão viva de você que cheguei a pensar que ainda estava em Londrina. Se duvidar, até tua voz eu ouvi. Até a tua risada e o teu olhar eu senti.

Uma vez ouvi dizer que alguma coisa sempre faz falta nessa vida. Acho que já te intitulei como a "falta da minha vida". Estranho isso... o amor da minha vida que chama a falta da minha vida. A falta da minha vida que é o amor da minha vida.

Bom, só tenho que te dizer que as coisas por aqui não andam as mil maravilhas, viu? Há horas que a gente se entrega mesmo e chora. Mas isso não é feio não... é humano, é vida.

Posso te pedir uma coisa? Não esquece de mim não... mande um pouco de proteção, paz e luz pra cá, por favor, nego véio. Estamos precisando.

Nenhum comentário: